03/02/2020 - HGG participa de pesquisa do Proadi-SUS



Ação será acompanhada e assessorada pelo Hospital Albert Einstein

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG recebeu, na última semana, uma equipe do Hospital Albert Einstein para dar continuidade à participação do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde - SUS (Proadi-SUS). O projeto desta etapa será o Impacto MR, tendo seu foco de estudo o Centro de Terapia Intensiva da unidade.

O Impacto MR vai fazer o estudo sobre as infecções por microrganismos resistentes a antimicrobianos em pacientes internados em unidades de terapia intensiva adulto. O Hospital Albert Einstein será o coordenador do HGG durante o período da pesquisa e o foco será o custo do paciente para o hospital em caso de contrair alguma infecção.

De acordo com o diretor técnico do HGG, Durval Pedroso, o projeto de pesquisa é uma coleta de dados para a identificação da prevalência das infecções relacionadas a assistência à saúde dentro do ambiente de terapia intensiva aos pacientes, conhecidas como infecções hospitalares. "Em paralelo a isso, ocorre um projeto capitaneado pelo Einstein relacionado ao estudo financeiro, que é o custo que isso gera para o serviço de saúde da instituição quando um paciente desenvolve uma infecção oportunista dentro de uma UTI", ressalta o médico.

Antônio Paulo Nassar Junior, pesquisador médico do Hospital Albert Einstein, explica que o HGG foi escolhido por ser um hospital geral, 100% SUS, com condições de repassar os dados dos pacientes. "O objetivo é avaliar a incidência o impacto clínico e econômico da aquisição de infecções por microrganismos multirresistentes nas unidades de terapia intensiva", complementa o pesquisador.

Para a médica infectologista do HGG, Priscilla Yoshika Sawada, o estudo é importante pois vai avaliar o custo de uma infecção relacionada a assistência à saúde no HGG. "Com isso, futuramente conseguiremos avaliar o melhor o impacto das políticas de saúde, prevenção dessas infecções, que é o que já fazemos na instituição, mas também na tentativa de reduzir ainda mais os nossos indicadores", finaliza a médica.


PROADI-SUS
Desenvolvido para colaborar com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), o Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS) é financiado com recursos de isenção fiscal (COFINS e cota patronal do INSS), concedidos aos hospitais filantrópicos de excelência reconhecidos pelo Ministério da Saúde, e que apoiam a promoção da melhoria das condições de saúde da população brasileira.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS