22/04/2020 - Coronavírus: Profissionais de saúde da Central Humanizada da Prefeitura de Goiânia passam por treinamento



Grupo composto por médicos e enfermeiros atua diariamente esclarecendo dúvidas da população

O médico pneumologista e coordenador de Ensino e Pesquisa do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), Marcelo Rabahi, realizou um treinamento com os profissionais de saúde que atuam na Central Humanizada da Prefeitura de Goiânia, gerida pela organização social. Rabahi reforçou a importância da conscientização do uso da máscara caseira (de tecido) pela população. "As pessoas precisam entender que o uso da máscara é pela segurança dela e dos seus próximos, não é porque o governo disse que é obrigatório, é uma questão de saúde", destacou.

O pneumologista também reforçou a importância dos próprios profissionais de saúde estar atentos aos cuidados entre eles, como por exemplo, não se cumprimentarem. "Isso diminui consideravelmente o número de contaminações. Então, troque um aperto de mão por um sorriso, é cordial e não transmite doenças".

Durante o treinamento os profissionais puderam trocar experiências, esclarecer dúvidas e apresentar casos de pessoas que buscaram auxílio na Central. Rayssa Maria, enfermeira que compõe a equipe multiprofissional, conta que o trabalho tem sido desafiador. "Recebemos muitas ligações de pessoas com medo e cheias de dúvidas, que ao serem atendidas podem ser tranquilizadas ou orientadas a buscar atendimento presencial em uma Unidade Básica de Saúde. Esse treinamento nos dá mais segurança para atender a população e garantir o controle da doença na capital", afirma.
Segundo a supervisora-técnica da Central Humanizada de Orientações sobre a Covid-19, Janaína Freitas, a partir da próxima semana os casos suspeitos da doença passaram a ser notificados a partir da própria Central, serviço que era realizado até então pela Secretaria Municipal de Saúde. "Todos os profissionais passaram por capacitação para alimentar com segurança a plataforma do e-SUS com todos os casos suspeitos de Goiânia, que buscam atendimento conosco", frisa.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS