07/05/2020 - Profissionais de saúde do HGG participam de workshop de intubação orotraqueal



Objetivo do curso é capacitar os profissionais para que o procedimento seja realizado em segurança, em meio à pandemia da Covid-19

Ao longo desta semana, médicos e residentes multiprofissionais do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG participaram de um curso voltado para o procedimento de intubação de pacientes. Realizado no próprio hospital, a oficina teve o objetivo de capacitar os profissionais para que o procedimento seja realizado em segurança, em meio à pandemia da Covid-19. Entre os temas abordados, discutiu-se sobre o risco de contágio pelo coronavírus por meio de secreções aerossóis expelidas pelos pacientes durante o procedimento de intubação, assim como as formas mais indicadas para se realizar o procedimento durante um surto, como o vivenciado atualmente.

Ministrado pelo diretor técnico do HGG, Durval Pedroso, que é médico intensivist, o curso foi oferecido gratuitamente e capacitou 37 profissionais que lidam diretamente com pacientes de quadro clínico respiratório. Segundo ele, esse tipo de ação é extremamente relevante para que haja um atendimento seguro tanto para os profissionais, quanto para os pacientes. Para ele, o momento atual exige atualizações constantes dos protocolos e por isso esse workshop foi realizado com os profissionais de saúde do HGG. "A medicina está em constante evolução. Hoje, o cenário é acometido por uma pandemia de uma doença que tem implicações respiratórias importantes e que levam à necessidade de colocar o paciente em ventilação mecânica. Além do mais, esses pacientes têm alto potencial contagiante. Por isso, faz-se necessário todo um retreinamento dos profissionais de saúde quanto ao uso de EPIs, além da revisão de algumas técnicas adotadas durante os procedimentos", comenta.

Entre as idealizadoras da ação está a médica pneumologista Heicilainy Gondim. De acordo com ela, essa capacitação fará toda a diferença na linha de frente de atendimento aos pacientes. "Capacitar nossa equipe médica para realização deste importante procedimento, que é a intubação orotraqueal, com o máximo de eficácia e biossegurança é mais um atestado de que somos uma instituição que se preocupa com todos os usuários e colaboradores", destaca a pneumologista.

Do ponto de vista de quem participa desses momentos de aprendizado e atualização de conhecimento, essa é uma oportunidade ímpar oferecida pelo hospital. Médico há 40 anos, Heleno Cézar Magalhães era um dos mais atentos à capacitação. Ele garante que conhecimento nunca é demais, principalmente quando a medicina precisa se adaptar a uma realidade inédita, como no caso da pandemia de Covid-19. "Na nossa área, sempre tem novidades científicas e nós precisamos estar atentos a essas evoluções, tanto nos procedimentos quanto nas tecnologias que são empregadas. Numa época dessas, de pandemia mundial de uma doença viral, a gente precisa estar sempre se reciclando, estudando e atentos à evolução da doença. Por isso essa aula é tão importante, porque precisamos saber atender todos os pacientes de forma adequada para que possamos ajudá-los a se recuperar, mas também para que possamos nos proteger", ressalta Heleno.

O curso contou com a participação de 37 profissionais da saúde, divididos em pequenas turmas. Além de serem reapresentados a todos os equipamentos que compõem os instrumentos de intubação, eles puderam praticar o procedimento em manequins de treinamento. Além disso, também discutiram artigos científicos e práticas habituais de procedimentos hospitalares, assim como as medidas protetivas com relação ao contágio pelo coronavírus.



© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS