29/09/2020 - HGG promove live sobre prevenção ao suicídio



Evento transmitido pelo Zoom contou com mais de 60 participações

O Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG realizou na última quinta-feira, 24 de setembro, uma live com o tema Setembro Amarelo: Uma conversa sobre o suicídio. O assunto foi discutido pelo médico psiquiatra do HGG, Leonardo Prestes, que é especialista em Neurologia e Psicogeriatria; pelo psicólogo clínico, hospitalar e paliativista do hospital, Dimilson Vasconcelos; e pela enfermeira e gerente de Educação Continuada da unidade, Wagna Teixeira Barbosa. O evento foi transmitido pela plataforma Zoom, e contou com a participação de cerca de 60 pessoas.

Durante a abertura do evento, Wagna Teixeira Barbosa, ressaltou que a campanha de prevenção ao suicídio deve ser constante. "É um tema que não pode parar e no mês de setembro o assunto tem uma abertura maior. É uma campanha voltada para a sociedade e todos devem participar, pois os números relacionados ao suicídio têm aumentado", ressaltou a enfermeira.

O médico Leonardo Prestes comentou que muitas vezes a pessoa que comete suicídio é considerada covarde, mas, na verdade, se encontra em um estado profundo de desespero. "Muitas pessoas têm vergonha de falar sobre o assunto porque tem o preconceito pela busca sobre saúde mental. Psiquiatra não é médico de doido, é de antes de ficar doido. Psiquiatra também é para conversar", comenta o médico.

Leonardo enfatizou também que os transtornos mentais que podem desencadear o ato suicida geralmente vêm de um histórico familiar com a enfermidade. "É uma predisposição genética e que deve ser tratada com medicação e tratamento psicoterapêutico. É necessário incentivar a busca por ajuda profissional e dar carinho, apoio e atenção à pessoa que está passando por uma enfermidade como essa", pontua.

O psicólogo clínico, hospitalar e paliativista do hospital, Dimilson Vasconcelos, parabenizou a direção do HGG e do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), organização responsável pela gestão da unidade, pela abertura e apoio a um tema tão delicado quanto a prevenção ao suicídio. "É importante sempre ter uma escuta ativa com as pessoas que estão próximas de nós, além de ter uma atenção especial ao comportamento. Infelizmente quem tenta suicídio uma vez, pode tentar novamente", finaliza o enfermeiro.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS