01/02/2021 - Profissionais do CTI do HGG passam por treinamento



Atualização contribuirá para manuseio de artéria pulmonar

A equipe médica e de enfermeiros do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG) participou, nos dias 21 e 22 de janeiro, do treinamento de monitorização hemodinâmica utilizando Cateter de Swan-Ganz (cateter de artéria pulmonar). O equipamento é utilizado principalmente em pacientes pós-operatórios de transplante hepático. Este cateter é indicado para avaliar ou monitorar o tratamento de agravos que ameaçam a vida e é um importante instrumento para avaliação de volume sanguíneo, trabalho cardíaco e oxigenação de tecidos.

De acordo com a coordenadora da Ala A do CTI, a médica intensivista Heloise Helena Silva Medeiros, o cateter apresenta vários parâmetros hemodinâmicos, possibilitando uma ação mais rápida em uma possível descompensação do paciente. "É possível avaliar parâmetros de volemia e perfusão, se o paciente está ou não precisando de mais volume, ou se aquele volume está chegando adequadamente nos órgãos", comenta a médica.

Heloisa enfatiza que o cateter de artéria pulmonar oferece um perfil hemodinâmico abrangente administrado por um único cateter, que auxilia os médicos para avaliar a função cardiovascular e orienta na tomada de decisão terapêutica. "O treinamento realizado auxiliou a equipe a adequar melhor as condutas a partir do uso correto do equipamento, pois ainda havia dúvidas sobre o seu manuseio", ressalta.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS