11/06/2021 - Gestão do HGG pode se tornar modelo para Rondônia



Governador e secretário de Saúde do Estado tiveram no hospital para conhecer instalações

O Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG recebeu na última quinta-feira, 10 de junho, a visita do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e do secretário de Estado de Saúde de seu Estado, Fernando Máximo Rodrigues, que é goiano e titular da pasta naquele estado desde janeiro de 2019. A visita contou com a participação do secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, e dos diretores do hospital, que mostraram as instalações e os atendimentos realizados. Foi apresentado ainda um vídeo institucional sobre as ações que consolidaram o hospital como referência de atendimento no Centro-Oeste.

Marcos Rocha disse que quer reestruturar o sistema de saúde rondoniense, buscando exemplos que deram certo. “Nós temos uma estrutura de saúde no Estado de Rondônia que necessita de mudanças. A gente vem trabalhando na construção de um hospital e queremos conhecer o funcionamento das Organizações Sociais (OSs) aqui em Goiás para que a gente possa pegar o conhecimento e a metodologia aplicada aqui e poder levar a Rondônia, que é um estado em desenvolvimento, que tem crescido muito, população crescente também. Então, a gente tem que colher nos parceiros, nos estados e aqui em Goiás, que está bem avançado, para podermos levar essas tecnologias para Rondônia. Fico observando o que foi feito aqui e como poderíamos aplicar lá”, disse o governador.

O secretário Fernando Máximo disse ter gostado do que observou, principalmente no atendimento ao paciente . “O usuário sai satisfeito, sai feliz, com um ambiente harmônico, de excelente qualidade. Parabéns e é isso que nós queremos para Rondônia”, diz o goiano erradicado em Rondônia. Ismael Alexandrino agradeceu a visita e se colocou à disposição para ajudar o Estado do Norte do País. “O que precisar da gente, estamos aqui humildemente à disposição para contribuir, compreender e trocar experiências”, disse o secretário.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS