17/06/2021 - Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visita o Novo Hemocentro



Governador Ronaldo Caiado, secretário da Saúde, Ismael Alexandrino, e prefeito de Goiânia, Rogério Cruz, fizeram parte da comitiva

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, visitou nesta terça-feira, 15 de junho, as instalações do Novo Hemocentro Coordenador prof. Nion Albernaz, inaugurado no dia 1º deste mês. O ministro, que é natural da Paraíba, estava acompanhado do governador Ronaldo Caiado; do prefeito de Goiânia, Rogério Cruz; do secretário de Estado da Saúde, Ismael Alexandrino e do secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, entre outras autoridades.

A comitiva visitou todas as dependências do prédio, passando pelo chamado ciclo do doador, pelas alas de fisioterapia, unidade de atendimento dia, dispensação de medicamento, áreas técnicas e a de Ensino e Pesquisa. Ao falar com a imprensa, ele ressaltou que o Hemocentro de Goiás é uma amostra do que é o intuito do Sistema Único de Saúde (SUS). “O SUS é o que estamos vendo hoje aqui, este Hemocentro, que está absolutamente de acordo com o princípio do Estado brasileiro, que é baseado no respeito à dignidade da pessoa humana, na saúde como direito social e em políticas públicas que são direito de todos e o dever do Estado”, disse Queiroga.

Caiado seguiu a mesma linha e disse que o Hemocentro de Goiás é hoje uma referência nacional em várias áreas ligadas ao sangue. “A visita do ministro na data de hoje nos dá a oportunidade de estar visitando este centro, que é uma referência nacional de coleta (de sangue), como também de medula óssea, e amanhã, ao avançar, em célula tronco.”

Cinco dias antes, em 10 de junho, o prédio recebeu também a visita do governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha, e do secretário de Saúde do Estado, o goiano Fernando Máximo Rodrigues, que observaram o modelo administrativo instalado na unidade, com o objetivo de avaliar sua replicação no sistema de saúde daquele Estado. “É isso o que a gente quer levar para Rondônia, essa mudança e melhoria no atendimento à nossa população. Nós podemos sim ter um serviço público de qualidade com características de serviços privado”, disse o governador na ocasião.




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS