05/07/2021 - Krisley Dias encanta pacientes com show virtual no Sarau do HGG



Cantora iporaense soltou a voz e trouxe para a unidade de saúde músicas sertaneja e gospel que animaram a tarde da última quinta-feira

Sentada na cama, olhar distante e muitas lembranças sendo puxadas pela memória. Foi assim que encontramos a paciente Irene Sobucki, 66 anos, do Rio Grande do Sul que escolheu Goiânia para viver há 13 anos. Enquanto ouvia o sarau pelas caixas de som, Irene contou que estava no Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG para realizar sua terceira cirurgia na unidade, desta vez, uma mastectomia. "Eu já sou conhecida aqui no HGG, em 2015 operei da tireoide, depois operei o joelho e agora vou operar um câncer de mama. Em todas as vezes eu sempre fui muito bem atendida", conta. Ela conta que nas outras internações não teve a oportunidade de participar dos saraus presenciais, mas que sempre acompanha as notícias na televisão sobre o HGG. "É muito bonito, eu já vi as apresentações aqui de fim de ano no jornal", lembra.

Dividindo o quarto da enfermaria com Irene, estava a paciente Shelzia Maria Ferreira, da cidade de Mossâmedes, que está se recuperando de uma cirurgia. Ela conta que mesmo com o impedimento de ter um acompanhante, devido à pandemia do coronavírus, ela não se sentiu sozinha em nenhum momento. "Aqui a gente é muito bem acolhido, as enfermeiras, as técnicas são superatenciosas e cuidam tão bem da gente que é como se fosse uma mãe ou uma irmã que tivesse me acompanhando". Para ela, estar no hospital está melhor do que ficar em casa. "Aqui elas me dão banho, servem a comida na hora certa, aqui é o melhor hospital que conheço", afirma.

Com o celular na mão e muita esperança no peito, encontramos Maria do Socorro Araújo, 46 anos, se recuperando de um transplante de rim. A paciente é técnica de enfermagem no Hospital de Urgências de Aparecida (Huapa) e sempre esteve do outro lado, mas neste momento, também precisou de cuidados. Ela conta que estava esperando pelo novo rim há dez meses, e na última semana, recebeu o novo órgão. "Nessa época, no ano passado, eu estava trabalhando na linha de frente da pandemia, mas em setembro passei mal e descobri que meus rins já não estavam funcionando como deveriam, foi quando fiz exames e um médico me encaminhou para fazer hemodiálise. Na época, eu pensei até que esperaria mais, mas com a graça de Deus, o rim veio, e eu rezei muito pela família do doador, esse é um ato sublime de amor", disse.

Krisley falou da alegria de voltar a se apresentar para os pacientes do HGG. "É um prazer imenso estar novamente participando novamente desse projeto que eu acho incrível, e eu sou muito grata por ter recebido esse convite de vocês e poder levar alegria para os pacientes", afirma.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS