24/08/2021 - Brigadistas fazem simulação de incêndio no CTI do HGG



Ação organizada pelo Sesmt busca preparar colaboradores para situação real de incêndio na unidade

Você saberia como agir em situação de incêndio no local que você mora ou trabalha? Talvez muitos podem responder "não" a esta pergunta e, ciente da importância da rápida e correta resposta para uma situação de perigo como esta, o Serviço Especializado de Medicina e Segurança do Trabalho (Sesmt) realiza periodicamente simulados internos de combate a incêndios no Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG. Na última sexta-feira, 20 de agosto, 12 colaboradores participaram do treinamento no Centro de Terapia Intensiva (CTI), envolvendo a simulação de incêndio no local, com resgate de vítima.

De acordo com o gerente do Sesmt, Woldonei Marques Júnior, é obrigatório que uma instituição do porte do HGG tenha uma brigada treinada. "É importante que os brigadistas conheçam a parte teórica e também a parte prática, que inclui manusear todos os dispositivos de combate a incêndio como extintores, hidrante, entre os outros. Os brigadistas auxiliam a resguardar a integridade física de todos colaboradores e também pacientes da unidade. Em uma situação de sinistro, podem orientar os bombeiros a melhor forma de agir, já que conhecem o local de trabalho", assegura.

O motorista da unidade Marcelo Freitas participou do treinamento e destaca que a realização dessa ação é fundamental para preparar a equipe para uma real ocorrência de incêndio. "Durante a simulação tivemos a oportunidade de trabalhar em equipe, parte contendo o incêndio e parte prestando socorro às vítimas. Para mim foi muito válida a experiência", afirma.



© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS