06/09/2021 - Primeiro dia da campanha Corrente Sob Pressão coleta 211 bolsas de sangue em Goiás



Ação é parceria entre Rede Globo, afiliadas e hemocentros de todo o país

A campanha Corrente Sob Pressão, realizada pela Rede Globo e suas afiliadas em parceria com os Hemocentros de todo país começou nesta quinta-feira, 2 de setembro, com um saldo de 211 bolsas coletadas em Goiás, além de 39 cadastros de medula óssea. A ação, que no Estado é encabeçada pela TV Anhanguera, continua até o próximo dia 9, com atendimento nas unidades da Rede Estadual de Hemocentros - Rede Hemo, incluindo a unidade móvel, que estará em vários locais de Goiânia e Aparecida de Goiânia (Veja relação abaixo).

A Corrente Sob Pressão está vinculada à série Sob Pressão, que está em sua 4ª temporada e relata a realidade de um hospital público no Rio de Janeiro. No último dia 1º, o episódio retratou a necessidade de transfusão de um paciente e a dificuldade de se conseguir bolsas de sangue. “A TV Anhanguera, em parceira com a Globo, tenta mobilizar o público, através da série, de se conscientizar da importância da doação de sangue. Em uma semana, a gente quer mobilizar o máximo de pessoas possível para que a gente tente alavancar o estoque de bolsas disponíveis”, diz a coordenadora de Marketing da TV Anhanguera, Brícia Lopes. Ela ressalta que a ação já foi realizada em temporada anterior, com bastante sucesso. “É a segunda vez. Fizemos uma ação semelhante em 2019 e em 2021 a gente volta para repetir essa ação que sabemos que é de grande importância para a população. Então, todas as afiliadas e unidades Globo têm usado a série para a fazer a ação.”

A primeira captação da unidade móvel dentro da campanha foi realizada no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo), onde colaboradores e parentes de pacientes contribuíram para a coleta de 65 bolsas de sangue. Um dos doadores foi o residente em fisioterapia Lucas Silvério, que disse ter doado sangue duas vezes anteriormente. “Trabalhando diretamente no hospital a gente vê a realidade dos pacientes e que o consumo de bolsas (de sangue) é muito grande. A gente vê que está em falta. O pessoal sempre notifica para racionar para transfundir quem realmente precisa. Então a gente conscientizou e veio ajudar o hospital e o Estado.”

A diretora técnica do Hemocentro, Ana Cristina Novais, ressalta que a série expõe de forma bem realista a questão da quantidade de bolsas de sangue em um hospital. “Um hospital de urgência, como o Hugo, assim como mostrou ontem o episódio do Sob Pressão, tem uma demanda significativa. Nós distribuímos, em média, 650 bolsas para o Hugo, que também passou por dificuldade de captação. Ele consegue repor para o Hemocentro cerca 10 bolsas por mês e o consumo do hospital significa 22% do nosso estoque. Então, realmente, representa muito um hospital como esse. Uma transfusão é decisiva na sobrevivência do paciente.”

O diretor técnico do Hugo, André Braga, aproveitou a unidade móvel do Hemocentro no estacionamento do hospital e também doou sangue, ato que, segundo ele, faz constantemente. “Acho uma iniciativa excelente, uma ação estratégica muito importante. Eu sou doador de sangue. Eu doo sangue de três a quatro vezes por ano lá no Hemocentro. Como o ônibus estava aqui, eu atrasei minha doação quadrimestral para doar aqui e prestigiar a ação.”

O mesmo fez o residente de enfermagem Roberto Pereira de Alencar. “Eu já doei várias vezes e sei da importância, ainda mais trabalhando aqui no Hugo, que é um hospital de grande porte, em que chegam muitos pacientes politraumatizados, então tem uma demanda muito grande. Com a comodidade de o ônibus estar aqui e a demanda do hospital, vim doar. O hospital demanda muito sangue e tem poucas doações.”


Locais onde estará a unidade móvel do Hemocentro

06/09: Central Única das Favelas - CUFA – Praça Céu das Artes, Setor Vera Cruz. Aparecida de Goiânia

07/09: Ladies do Bem - Parque Flamboyant – Rua 15, n° 103 – 157, Jardim Goiás. Goiânia

08/09: Hospital Estadual de Urgência de Aparecida de Goiânia - HEAPA – Av. Diamante, s/n, St. Conde dos Arcos. Aparecida de Goiânia

Horário: das 8 às 16 horas




© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS