11/12/2020 - 09/12/2020 - Hemocentro de Jataí busca dadores de sangue e de medula (TV Sudoeste - Cidade Urgente)



https://www.youtube.com/embed/svqAaZpV-YQ

Após ser homenageado pela Hemorrede de Goiás, no Dia Nacional do Doador de Sangue, Christiano Peres, doador há 24 anos, decidiu retribuir a homenagem a todos os voluntários do Hemocentro Regional de Jataí, cidade onde ele reside. Peres fez questão de ir até à unidade no dia 8 de dezembro, e entregar o troféu que recebeu durante o evento, em Goiânia, à responsável técnica e médica da unidade, Myrian Carolina Queiroz.

As irmãs Letícia Baldo e Marília Baldo também foram ao Hemocentro de Jataí para reforçar a importância da doação de sangue e o cadastro de medula óssea. Em agosto deste ano, Elisa Baldo, a caçula das três irmãs, recebeu uma doação de medula de Letícia para tratar uma leucemia linfoide aguda (LLA). Elisa segue em recuperação em São Paulo enquanto, em Jataí, suas irmãs estão empenhadas em chamar a atenção da comunidade para importância do voluntariado. "Felizmente, na nossa família tivemos alguém compatível, mas quantas pessoas estão na fila de transplantes aguardando um doador?", questiona Marília. Ela lembra que o ato de doar pode ir muito além. "Quem não pode doar medula, doa sangue, doa cabelo, doa tempo. Neste período do tratamento da minha irmã, nossa família pode perceber o valor da união, do acompanhamento psicológico e físico, do diagnóstico precoce", diz.

Quem pode doar sangue?
Os requisitos básicos para passar pela entrevista pré-doação de sangue são: estar saudável, ter peso acima de 50 kg, apresentar documento com foto válido em todo o território nacional e idade entre 16 e 60 anos, sendo que antes de completar 18 anos é necessária uma autorização dos pais ou responsáveis. A orientação é que doadores acima de 60 anos fiquem em casa, visto que são pessoas do grupo de risco do novo coronavírus. Quem tomou a vacina da febre amarela ou sarampo deve aguardar 30 dias para fazer uma doação. Já para vacina contra gripe, o prazo é de 48 horas.

Quem pode doar medula óssea?
Para realizar o cadastro de doador de medula óssea é necessário ter entre 18 a 54 anos de idade, estar em bom estado de saúde, não ter doença infecciosa ou incapacitante, e não apresentar doença neoplásica (câncer), hematológica (do sangue) ou do sistema imunológico. "Para o cadastro, basta ir até umas das unidades Hemorrede com documento oficial com foto e realizar um cadastro, após isso será coletada uma amostra de sangue (5ml) para realização do teste de compatibilidade (HLA)", esclarece a diretora. O transplante de medula óssea beneficia o tratamento de cerca de 80 doenças diferentes incluindo câncer, leucemias, linfomas e anemias.

Matéria da TV Sudoeste de Jataí, exibida no dia 09/12/2020, no Cidade Urgente.





Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH, Hospital Estadual Alberto Rassi/HGG, Hemocentro de Goiás - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS